Amamentar

por Administrador MCP

Amamentar NÃO é algo tão natural como pensamos ser… Pelo menos para mim não foi.

Com o Duarte não foi fácil, estava muito fragilizada, cansada e aqueles momentos não eram bons, como sempre me falaram que iriam ser. Eu sabia da importância do LM, mas chegou a uma dada altura que tive de dizer chega, não consigo mais.
Quando o Fernandinho nasceu, não tinha muitas esperanças, pela experiência anterior. Mas estava enganada. Amamentei em exclusivo durante 7 meses, e até hoje dou maminha. Já lá vão 2 anos! E é isso que quero partilhar, uma experiência pode ser totalmente diferente da outra. Por isso, digo sempre façam o que conseguirem, façam o que quiserem… o que vosso corpo deixar, o que a vossa mente aguentar!
E não digam “É o melhor para o teu filho. Faz um esforço. Ele ganhará mais defesas. É tão bom”. Nós mamãs não precisamos de nos sentir em baixo, desmotivadas, diferentes, sozinhas, só porque não conseguimos amamentar!
As mamãs que alimentam os filhos de biberão também se emocionam. É também um momento único. É também um momento a dois.
Nunca se esqueçam que alimentar é um gesto de amor, não importa como.
O que faz a nossa maternidade é o conjunto de tudo o que vivemos.
O que faz a nossa maternidade é o amor que damos todos os dias.
E o amor é assim, emociona sempre, independente de como ele é entregue.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

* Ao usar este formulário está a concordar com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este site.